Nos últimos meses, tenho sido procurado por centenas de aprovados no mais recente concurso da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) para contratação de professor, técnico administrativo e apoio técnico. Começamos a discutir, então, a possibilidade da quebra da cláusula de barreira de 50% para o cadastro de reserva.

Formamos uma comissão juntamente com representantes dos aprovados, da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Ministério Público e governo. O resultado será divulgado nos próximos dias, mas já posso adiantar que, para mim, não há motivo para não atender a reivindicação. [LEIA MAIS]

O povo vai pagar a conta mais uma vez

O governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa o projeto de lei número 146/2018, que prevê a criação do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF). O argumento é de que isso vai financiar mais recursos para a caótica área da saúde em Mato Grosso.

Tenho sérias críticas à criação de um novo fundo. Isso porque o povo é que vai pagar a conta mais uma vez. Os setores que sofrerão com a nova contribuição certamente vão repassar o valor ao cidadão comum no preço final.

[LEIA MAIS]

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Todos contra a MP 841

No último dia 11, o presidente ilegítimo Michel Temer editou a Medida Provisória 841. Ela retira dos esportes R$ 514 milhões, o que vai prejudicar principalmente o financiamento de projetos de base com jovens do país inteiro. É mais um dos equívocos que marcam essa gestão.

Como profissional de Educação Física, cidadão e apaixonado por esportes, não podemos aceitar esse tipo de manobra. Estamos cientes de que os recursos de várias áreas serão retirados da Loteria Federal e remanejados para a área de segurança pública através da unificação de um novo ministério.

[LEIA MAIS]

Viva Rondon

Neste  5 de maio, comemoramos o Dia de Marechal Rondon, homem que entrou para a história do Brasil como um grande desbravador e sertanista. Ele nasceu nessa mesma data em Mimoso, distrito de Santo Antônio de Leverger, em 1865. Por isso, aproveitamos o momento para celebrar e também conclamar as autoridades a valorizarem ainda mais o passado desse grande filho da terra.

[LEIA MAIS]

Nos últimos meses, tenho sido procurado por centenas de aprovados no mais recente concurso da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) para contratação de professor, técnico administrativo e apoio técnico. Começamos a discutir, então, a possibilidade da quebra da cláusula de barreira de 50% para o cadastro de reserva.

Formamos uma comissão juntamente com representantes dos aprovados, da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Ministério Público e governo. O resultado será divulgado nos próximos dias, mas já posso adiantar que, para mim, não há motivo para não atender a reivindicação. [LEIA MAIS]

O impacto do modelo econômico não se verifica apenas na própria economia. Pelo contrário, alcança setores como esportes, cultura, turismo, educação e todos os demais momentos do dia-a-dia do nosso povo.

Quando se fala em modelo de desenvolvimento econômico, estamos a tratar da estrutura da economia produtiva e normativa, além das inter-relações entre todos os agentes que contribuem com a produção estadual. [LEIA MAIS]

A prisão de servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), nesse dia 31 de outubro, demonstra que precisamos respeitar ainda mais trabalhadores e trabalhadoras do nosso Mato Grosso.

Como professor da rede pública estadual, vejo cada vez mais a precarização das condições de trabalho ao longo dos governos que se passam. Ao mesmo tempo, há uma insistente tentativa de responsabilização dos servidores por tudo o que há de ruim nas administrações. [LEIA MAIS]

Ainda estou perplexo com a portaria 1.129 de 2017, do Ministério do Trabalho. Ela incentiva o trabalho análogo à escravidão e pode retirar o Brasil da lista de países que combatem essa infeliz prática.

Maior perplexidade causa ainda o fato de alguns setores da bancada ruralista, inclusive com apoio de parlamentares de Mato Grosso, defenderem a medida. Eles usam argumento de que apenas traz segurança jurídica a empresários ao deixar claro o que seria trabalho escravo nos tempos atuais. [LEIA MAIS]

Desde que assumi o mandato de deputado estadual, tenho falado sobre a necessidade de buscarmos um novo modelo econômico para Mato Grosso. Reconhecemos a importância do agronegócio para o Estado, mas precisamos encontrar outras formas de gerar mais emprego e renda, inclusive nas regiões que não são grandes produtoras de grãos.

Mais que nunca, tenho certeza que o turismo é uma alternativa sustentável e que pode promover justiça social de forma mais célere para essas regiões, como o Vale do Rio Cuiabá, onde temos 13 cidades de muita história e grande concentração de pessoas, a exemplo da Capital, Santo Antônio de Leverger, Poconé, Rosário Oeste, entre outras.

[LEIA MAIS]

© 2017  Desenvolvido pela Equipe de Comunicação Prof. Allan Kardec